sexta-feira, 1 de julho de 2011

The Cranberries - "Animal Instinct"

"It is a lovely thing that we have... the animal instinct"



Hoje recuamos outra vez até aos late 90's para ouvir "Animal Instinct", do álbum "Bury The Hatchet" dos The Cranberries, a banda de Dolores O'Riordan. "Bury the Hatchet" que conta com uma enigmática capa, característica do génio Storm Thorgerson, o mesmo que fez todas aquelas memoráveis capas para os álbuns dos Pink Floyd.


Voltando aos The Cranberries, estes tiveram grande sucesso no início dos anos 90, com singles como "Linger" e "Zombie". Embora a banda tivesse um som perfeitamente integrado no que se ouvia na rádio dos anos 90, os The Cranberries entregavam algo mais que a generalidade das outras bandas Pop, com uma profundidade e uma escuridão na sua música e respectivas letras.

Aquando do lançamento de "Bury The Hatchet", o sucesso mainstream da banda já era passado e o navio dos anos 90 já estava a terminar a sua viagem, mas foi aqui que, na minha opinião, eles atingiram o seu ponto alto, com este "Animal Instinct". Mais uma vez, a ideia da profundidade na música e na letra aplica-se, com uma particular comunhão entre elas.
O single não teve sucesso no UK, mas teve grande em Portugal. E ainda bem.

O vídeo conta história de uma mãe em espiral descendente, que tenta tudo para recuperar os seus filhos depois de estes lhe serem retirados pelo tribunal. Nem que para isso se torne uma fugitiva. "Animal Instinct" indeed...

Destaque também para o solo no fim. Numa década onde, com raras excepções, os guitarras ficaram com "medo" de fazer solos, principalmente para temas destinados a singles e à rádio, este solo é absolutamente sublime.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Let the music do the talking.